Democracia madura

O GOVERNO de Nicolás Maduro e a oposição venezuelana negociam condições para a disputa eleitoral. Onde? Na República Dominicana. Prova de que não há democracia na Venezuela. Houvesse, as negociações seriam em casa. Terminada cada etapa da negociação, as partes voltariam para casa. Na República Dominicana cada qual volta para seu hotel sob a proteção do governo anfitrião.

Compartilhar:

Empatados no ótimo

O SENADOR ÁLVARO DIAS tem 6% de apoio para a presidência, segundo a pesquisa Datafolha. Esses 6% são os mesmos 6% que consideram o governo Temer de bom a ótimo? Então Álvaro é tão ótimo quanto Temer. E vice-versa.

Compartilhar:

O lado bom

PESQUISA DATAFOLHA revela que o presidente Michel Temer é rejeitado por 70% da população. Mas tem o lado positivo: desde a última pesquisa subiu de 5% para 6% os que consideram seu governo de bom a ótimo. Nem tudo está fordido.

Compartilhar:

Habeas avião

O MINISTRO GILMAR MENDES concedeu-se um habeas avião e viajou ontem de Cuiabá a São Paulo em aeronave da FAB. No voo anterior, de carreira, em que veio de Cuiabá para Brasília, o ministro foi hostilizado pelos passageiros. Se a moda pega, não haverá avião que chegue.

Compartilhar:

A melhor parte

BRUNA MARQUEZINE foi entrevistada por um grupo de convidados da revista Glamour, entre eles Neymar, o namorado. O craque perguntou sobre a parte do corpo dela que ele mais gostava. “É o queixo, claro”, respondeu a beldade. Bobinho, a melhor parte do corpo de Bruna é o cérebro.

Compartilhar:

Perdão premiado

JOSÉ AUGUSTO FERREIRA DOS SANTOS, ex-controlador do banco BVA, conta à PF que recebeu R$ 2,5 milhões de propina da empreiteira Andrade Gutierrez para o senador Romero Jucá. Recebeu, mas não repassou, ficou com o dinheiro. O banqueiro não fez nem vai fazer delação premiada. Só quer os cem anos de perdão.

Compartilhar:

Lição de direito

MULHER ou esposa, tem diferença? Sim. Mulher é pessoa física; esposa é pessoa jurídica. 

Compartilhar:

Haja polícia

A POLÍCIA FEDERAL terá que centuplicar seus quadros de delegados, agentes e peritos. Por causa desse mau hábito brasileiro de desabafar contra as autoridades em lugares públicos e espaços coletivos compartilhados, como aviões.

Aviões, ainda em voos domésticos, como aconteceu com o senador Romero Jucá, a senadora tiriva Gleisi Hoffmann e ainda estes dias com o ministro Gilmar Mendes (tem até oferta de recompensa de R$ 100 mil a quem bombardeá-lo com tomates).

Todos pediram investigação pela PF, que mal dá conta de cuidar dos presos corruptos, que agora terão que ser levados no colo. Um abuso o que os passageiros fazem com as autoridades nos voos. Um abuso que virou uso. Isso, além de investigado pela polícia, exige estudo de cientistas.

Compartilhar:

Respeito é bom

PERDOEM o latinório: lex est quod Sergius placuit. Lei é aquilo que Sérgio quer. Sérgio é o Moro do Cabral. Cabral é o bairro sede do foro de Moro. Sérgio é outro Sérgio e outro Cabral, o preso que inspirou a decisão do juiz de proibir algemas nos presos da Lava Jato.

Mais um gemido dos corruptos e eles chegarão ao IML de limusine, as roupas em malas Luí Vomiton. Na cabeça, para fugir ao assédio da imprensa, guardanapos de linho importados diretamente dos melhores restaurantes de Paris, by appointment dos empreiteiros.

Compartilhar:

Presunção

A DEFESA se queixa da negativa de habeas corpus preventivo pelo presidente do STJ: Lula tem presunção de inocência. Data venia, não é assim. O presidente foi condenado duas vezes e a possibilidade de ser preso depois da segunda condenação esvazia a presunção. O que Lula tem é outra presunção, a de ser Deus e acima do bem e do mal. Uma presunção não tem nada de inocente. Isso faz dele coisa bem outra, um presunçoso.

Compartilhar:
error: O conteúdo está protegido !!