Dá processo?

O ministro Gilmar Mendes vai processar o jurista Modesto Carvalhosa porque este o chamou de “marginal”. Marginal é mais ou é menos ofensivo que verme? Só para situar em matéria de insulto, pois o Insulto tá querendo xingar uns caras aí.

Compartilhar:

Ovação

A seleção da Coréia do Sul foi recebida com chuva de ovos ao desembarcar no aeroporto de Seul. Os torcedores não perdoaram a desclassificação na Copa. Fosse na Coréia do Norte, os jogadores seriam jogados no chiqueiro dos porcos onde foi executado o tio do ditador Kim Jon-un.

Compartilhar:

Soltura

Os portugueses devem achar muito estranha – e demorada – a polêmica sobre a soltura de Lula. É que para eles soltura é caganeira.

Compartilhar:

Reunião de paz

A Globo organiza jantar de paz entre Galvão Bueno e Neymar pai para desfazer o mal estar causado pelas críticas do apresentador a Neymar Jr. A dificuldade está na escolha do local, que tem de ser neutro, como no encontro entre Donald Trump e Kim Jong-un, que aconteceu em Cingapura.

Compartilhar:

Deus e Pertence

Lula chama o ex-ministro Sepúlveda Pertence para conversar na Polícia Federal, em Curitiba. Quer convencê-lo a não deixar sua defesa no STF, depois que o advogado foi desautorizado pelo ex-presidente e seus outros advogados. O futuro de Sepúlveda a Deus pertence. Ou a Lula, que é a mesma coisa.

Compartilhar:

Quando?

O Rio de Janeiro já tem lei que proíbe sacolas plásticas em supermercados. Quando Curitiba chegará ao fim das sacolas que fazem a alegria dos donos de cachorrinhos cocozentos e dos entupimentos de esgotos?

Compartilhar:

A pícara búlgara

“Não vou me furtar a participar de uma luta que eu julgava que não teria mais participação ativa eleitoral”.

Dilma Rousseff explicando sua candidatura ao Senado por Minas Gerais. A presidenta teima em não falar português.

Compartilhar:

Elizeth

Compartilhar:

Ficção do interlúdio

No tempo da imprensa paga com dinheiro público a gente saberia o que a governadora faz neste interlúdio de mandato com campanha. Tínhamos de nos esforçar para separar o joio do perigo. Hoje não temos imprensa e o dinheiro público está escasso.

Compartilhar:

Nos merecemos, eles se merecem

Se pesquisa vale, Roberto Requião e Beto Richa serão eleitos senadores. O Senado os merece, eles se merecem, o Paraná que os elege merece com sal grosso sobre as feridas que deixaram.

Compartilhar:
error: O conteúdo está protegido !!