Nó no miolo

Quando foi que você fez a última coisa coisa pela primeira vez.

CARTAZ de rua, ali na Comendador Araújo. Sem maiores informações percorri cem metros e voltei. Chamava para curtir o boteco de sandubas. Mensagem que confunde, pode-se inverter última e primeira que continua dando nó nos miolos.

Compartilhar:

Reinações de Jairzinho

NA RETROSPECTIVA de 2019, o Uol conclui que o governo Bolsonaro deixou acontecer, por omissão, o parlamentarismo branco no Brasil: o presidente reina – como as criancinhas mimadas – mas não governa; pior, desgoverna; o Congresso legisla por iniciativa própria, desbasta ou anula as propostas do Executivo e, eis o parlamentarismo, de sobra estabelece uma pauta que no presidencialismo efetivo caberia ao presidente da República.

Compartilhar:

O peixe morre pela boca

Bolsonaro tira foto com peixe em Salvador — Foto: Reprodução/Palácio do Planalto

BOLSONARO e o peixão que pescou na Bahia, onde passa o fim de ano. Desta vez sem o parça da minhoca, Fabrício Queiroz.

Compartilhar:

Pior que a encomenda

BRASILEIRO é dado ao abuso de fazer encomendas quando você – como se diz por aqui – “viaja pra fora”, o mundo civilizado. Você leva os filhos pra Disney, a sogra a tiracolo pra ajudar. A mulher fica em casa, tipo a do Bolsonaro, que se livrou dele no revelhão pra cirurgia (segredo de estado, eles não revelam no cartão corporativo, igual Lula e Marisa).

SOGRA, filhos e Disney juntos é bomba atômica. Como desgraça pouca é bobagem, surgem o parente, a mulher e as encomendas. Ele quer cuecas samba-canção estampadas. Doloroso constrangimento pro emissário, devoto da zorba ortodoxa, chegar ao caixa com trecos de fresco. A mulher quer o creme, santo e inútil remédio da celulite. Ginástica que é bom, neca.

ATENCIOSOS, entregam cem dólares, a nota que sobrou da viagem de trinta anos atrás, a única que fizeram. A cédula saiu de circulação; amarelada, ainda vale. Um pé no saco. As lojas aceitam, mas na era do cartão de banco, antes vai a Washington pra ver se é falsa ou daquelas que Pablo Escobar enterrava por falta de espaço na conta das Cayman.

Compartilhar:

O perigo de estar sentado

Ocupante de carro passa atirando na frente de bar e fere cliente que estava sentado na RMC.

CHAMADA no site Banda B. Como diria um personagem do contista Fernando Muniz, “onde é que já se viu alguém ficar sentado na RMC?”

Compartilhar:

Zelite, zoreia

Resultado de imagem para lula caricatura

NA CADEIA eu fazia que nem a zelite: só lia a zoreia.

Compartilhar:

Seduzida e abandonada

Imagem relacionada

Rosemary Noronha

Compartilhar:

Mamíferas ovíparas

Resultado de imagem para ornitorrinco, imagens

RISONHOS, soltos, de bem com a vida, esperavam o embarque para Aruba, ela antecipando as compras, ele, o sul de aruba. O avião partiu sem eles, retidos na PF. Motivo: o beiço inchado e os hematomas em volta dos olhos dela. A delegada e a agente, o jeitão inconfundível de abuso de autoridade, insistiam: o quê, quando, fez BO, esteve no IML, a primeira vez?

PRA ELE, o olhar de desprezo e nojo de feminista sapatona e truculenta, ameaças de sopapo e chutes no saco. Ela teve que contar da intervenção recente, menos de semana, como essas que o senador Álvaro Dias faz durante os recessos do Senado: injeções de botox nas rugas de olhos e lábios – aqui, exato onde o código de barras revela a idade do produto.

A DELEGADA, quase convencida – a pele esticada sugeria que passara pela faca, pois ao levantar o braço deslocava a virilha. A agente, essa, telefonou para a clínica, exigiu atestado, detalhes, fotos em PDF. Sobrou para o médico o pito por ter deixado a cliente com bico de ornitorrinco botando ovo e dando o peito pro filhote, tipo mamífera ovípara.

Compartilhar:

Injustiça

O DATAFOLHA revela que Bolsonaro tem 36% de rejeição e o STF, 39%. E depois essa gente fala em impichar o presidente. Primeiro impichem o STF.

Compartilhar:

O homem que virou mingau

Resultado de imagem para mingau, imagens, pelas bordas

SÉRGIO MORO virou mingau. O presidente come o ministro pelas beiradas, a parte menos quente, enquanto chega ao meio do prato, já quase frio.

Compartilhar:
error: O conteúdo está protegido !!