E OS HUMANOS?

EM ENTRERIOS, oeste do Paraná, começa-se a usar eletricidade produzida por estrume de porcos, inclusive para a iluminação pública e privada. O governador Ratinho Jr. esteve lá e inaugurou, não sem grande entusiasmo, a central de produção. E a Copel, nada?

ALI, no caminho para Piraquara, há imensos tanques da Sanepar que selecionam dejetos e depuram a coleta do esgoto, como as inevitáveis pitucas de cigarro que acompanham o ato dejetal. Por que não aproveitar, como em Entrerios? Só os porcos têm eletricidade no estrume?

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



error: O conteúdo está protegido !!