Páginas de menu

Postado em jan 12, 2021 | 0 comentários

Faltou o bigode

Luana Piovani é escrachada nas redes sociais em Portugal, onde mora e trabalha. Escrachada por brasileiras, fique claro, pois os tuítes não têm sintaxe e sotaque alfacinhas. Depois de dois anos parada, Luana encontrou seu nicho na televisão: faz mulheres fatais brasileiras em novela e em quadros da televisão.

Não qualquer mulher brasileira: na novela é garota de programa e no programa humorístico sua personagem faz programas com dois portugueses, tira os dois das respectivas mulheres e rouba-lhes toda a grana. As brasileiras criticam Luana por ela reforçar o estereótipo das brasileiras em Portugal.

Se os personagens de Luana cabem no estereótipo é mera coincidência; não foi ela que o introduziu em Portugal. Seu perfil artístico não permite que faça Camões e Gil Vicente com sotaque de Amália Rodrigues.  Nove entre dez atrizes da Globo representaram sem problema os mesmos papéis – menos o de marafonas lusitanas com o estereótipo do bigode.

Compartilhar:
error: O conteúdo está protegido !!