Páginas de menu
TwitterFacebook

Postado em jan 11, 2020 | 0 comentários

Infâmias do infame

“Se estivesse fazendo coisa boa estaria mais magra.”

Jair Bolsonaro sobre Joice Hasselmann. Pois é, se Bolsonaro estivesse fazendo coisa boa não seria esfaqueado por Adélio Bispo, Eduardo não seria careca, Fabrício Queiroz não estaria na mira da polícia, Flávio não estaria com indigestão de chocolate e Carlos não faria tanto sucesso com as mulheres?

Como o presidente abdicou da compostura, da civilidade e do equilíbrio em mais uma de suas infâmias em ofensa pessoal, está aberta a porta da retorsão. Então, vale perguntar se Michele não estivesse casada com ele precisaria trocar as próteses de mama? Só não deu para entender esse “mais magra”. Não seria ‘menos gorda’?

Compartilhar:

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *