Páginas de menu

Postado em jul 31, 2020 | 0 comentários

Isolamento existencial

“PODE PUBLICAR uma ideia que não me sai da cabeça?” Claro, como negar a Osvaldo Andrade, leitor amigo? A ideia da cabeça de Osvaldo: “Todo mundo se refugia nas redes sociais para amenizar o isolamento social. Até que funciona, apesar dos inconvenientes. Resolvi sair de todas, as duas principais em que entrei à toa, Facebook e Twitter, e nunca usei, d do LinkedIn, no qual caí de gaiato e ranjo os dentes quando aparece o mesmo vendedor de casas inacessíveis.

O trabalho me obriga a usar a Internet e o E-mail, mas logo deixo o trabalho. Me arrependo de ter desligado o telefone fixo por causa da prima que ligava 20 vezes seguidas por motivos fúteis. O celular não foi a melhor alternativa, pois a prima continua a ligar. Posso bloqueá-la, mas não bloqueio seu desconfiômetro. Quem me liga? A filha para saber da mesada e o chefe para conferir se não estou no Nordeste. Amigo que  liga, só você, e muito de vez em quando.

À chatice das redes sociais alia-se o terror da fraude que disseminam, o fishing, a pescaria de dados pessoais. Se o covid não me alcançar antes, logo dispenso celular e e-mail. A internet por último. Fecho portas e janelas e entro no isolamento social e existencial. Obrigado pelo espaço do desabafo.” De nada, amigo, a casa é sua. Quando quiser ligue no telefone fixo, mande carta ou telegrama. Você acaba de plantar a ideia de extinguir este blog.

Compartilhar:

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *