Páginas de menu
TwitterFacebook

Postado em abr 14, 2019 | 0 comentários

Latifúndio de mulher

Não adianta bater que ninguém vai atingir a deputada Joice Hasselmann por ter gasto verba indenizatória para viajar para o Nordeste durante o Carnaval. Ela dá a desculpa esfarrapada de que foi lá discutir política, essas coisas de político e criança apanhados com a boca na botija.

Para cassar deputado por viagem mandrake, de lazer, é preciso muito mais. Também tem que ser viagem para o Nordeste, durante feriadões, levando a família e contando lorota. Mas só se for de graça em avião de doleiro, como fez o então deputado petista André Vargas, hoje presidiário.

Mais: a viagem mandrake tem que cair nas desgraças da imprensa e na vara do ex-Sergio Moro. Joice foi à Bahia com o dinheiro do contribuinte, que para ela não é eleitor. Temos que dar a Joice um crédito de desconfiança. Aquele latifúndio de mulher e deputada faz diferença na câmara.

Compartilhar:

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *