Páginas de menu
TwitterFacebook

Postado em set 13, 2019 | 0 comentários

Losanfãs de la patrie

O ZERO DOIS sempre foi maluquinho, ainda acaba em camisa de força. O Zero Três é pretensioso; absolutamente sem noção, iletrado, vaidoso, meteu na cabeça que é ideólogo de direita, estrategista global e diplomata no padrão de Genebra. Como o pai, fará o Brasil passar vergonha e pagar, não micos,  mas gorilas na diplomacia. O Zero UM era o simpático, calado, bonitinho, sorriso de mosca morta, até que surgiu – e sumiu – um Fabrício Queiroz à sua sombra. Um, dois, três, crianças estragadas pelo pai. Enfants gâtés, diria Brigitte Macron, a adorável feiosa.

Agora o Zero Um revela o DNA da família: subiu nas tamancas, deu prensa e gritou com a senadora Selma Arruda, para que esta tirasse sua assinatura no pedido de convocação da CPI da Toga. O senador irmão tornou-se amante da toga? Não, ele tem medo da toga, e enquanto não chegarem o jipe com o cabo e o soldado é melhor não facilitar. Bobagem, a toga já o ajudou ao travar a investigação da rachadinha em seu gabinete de deputado estadual no Rio de Janeiro. Losanfãs de la patrie estão à beira do ataque de nervos.

Compartilhar:

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *