O Brasil conhece a Brasil

Patético esse espetáculo da deputada Cristiane Brasil a ter rejeitados sucessivos recursos contra a liminar da Justiça contra sua posse como ministra do Trabalho. Patético porque revela o estado da cultura política do Brasil – a condição de xará deve ser o fator que reforça a determinação da deputada em ter posse no ministério. Não surpreende que ela insista, seja por ser política, seja por aquilo que seu pai, o ex-deputado e dono do PTB, Roberto Jefferson, qualifica como o elemento justificador da escolha de Cristiane para ministra: o resgate de sua dignidade, afinal foi ele quem detonou o mensalão no governo Lula.

Mas há os signos que no Brasil de Cristiane Brasil nunca são lidos, como o de usar parte do salário de funcionária de seu gabinete para pagar acordo em processo trabalhista contra ela, Cristiane. Patética também a situação de Michel Temer, que nomeou a deputada para fazer favor a José Sarney, que vetara o candidato anterior em nome de disputa paroquial com o governador do Maranhão. Ou seja, Temer não consegue nomear, nem consegue desnomear.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *