Páginas de menu

Postado em jan 13, 2021 | 0 comentários

O dito pelo não dito

Falta um artigo na Lei da Palmada, a exceção que permite aos pais punirem os filhos crescidos, supostamente adultos. Como a garota de 19 anos, universitária, filha do ex-prefeito de Ponta Grossa. A moça pontificou ontem na rede social e no noticiário com o post em que se exibia com embalagem da vacina contra o covid, trazida pelo pai de visita ao Instituto Butantan.

Com a brincadeira infantil, a jovem criou problemas para o pai e para o Instituto. Ao pai, perante os eleitores, que interpretariam que como prefeito obteve a vacina com prioridade para privilegiar a família. Ao Instituto, para explicar que a embalagem não continha vacina; era amostra de futura embalagem. O ex-prefeito absolve a filha e deixa o dito pelo não dito.

No Brasil tais desmentidos nascem sob suspeição, pois aqui impera o pressuposto do engodo e da mistificação – ainda mais vindo de políticos. A coisa só não fica mais grave porque a filha do ex-prefeito de Ponta Grossa está na saudável companhia de Jair Bolsonaro, o maior irresponsável e inconsequente em matéria de covid.

Compartilhar:
error: O conteúdo está protegido !!