Páginas de menu

Postado em ago 4, 2020 | 0 comentários

O sobrinho do capitão

O MINISTRO DA JUSTIÇA, André Mendonça, demitiu o coronel que orientou a formação de dossiê sobre policiais antifascistas. Um setor só para isso, quando a quantidade dos fascistas em ação na presidência da República e no ministério Bolsonaro é imensa.

Na operação contra os supostos antifascistas, o ministro instituiu a proteção aos fascistas. Na obediência cega a Bolsonaro, André Mendoça ainda faria dessas. Sua credencial de ministro vem de ser filho de assessor e velho amigo do presidente, a quem deve chamar de tio.

O sobrinho do capitão sonha com o STF. Como o tio não cai, o sobrinho fascistoide ainda sobe.

Compartilhar:

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



error: O conteúdo está protegido !!