Outsider

Álvaro Dias no El País: “Os analistas querem um outsider como presidente. A população, não”. Então ele está bem com os analistas. Não tem sido outra coisa na vida senão um outsider. Quantos, doze, dezesseis partidos em cinquenta anos de carreira? Álvaro é o outsider por excelência, sempre do lado de fora.

Quanto a ser eleito, tem o velho problema de Álvaro: confundir população com eleitorado. População não vota, eleitor vota. População engloba estrangeiro residente, criança lactante, adolescente espinhento, até médico de Cuba. Eles são população, podem mesmo gostar de Álvaro – quem não gosta? Mas não votam.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *