Páginas de menu

Postado em out 15, 2020 | 0 comentários

Propina abunda

PF flagrou o senador Chico Rodrigues (DEM/RR) com dinheiro escondido nas nádegas – supostamente no interstício das metades. Rodrigues é vice-líder de Bolsonaro no Senado, com quem o presidente já disse manter “união estável” (Bolsonaro tem problema nos casamentos; os dois primeiros terminaram mal). Tem mais, o senador emprega como assessor um sobrinho de Bolsonaro – o Leo Índio, que já dividiu apartamento com o primo Carluxo, o n. 2.

Desse flagrante, de dinheiro que teria vindo de desvios de recursos públicos para o combate do covid, duas dúvidas nos atormentam de imediato: (1) Bolsonaro vai dar uma “voadora” no senador, como prometeu que faria com quaisquer corruptos em seu governo? Vice-líder faz parte do governo e o dinheiro das nádegas é federal; (2) a PF vai pedir acréscimo no adicional de insalubridade aos agentes que removem dinheiro de meias, cuecas e da bunda de políticos?

Leo Índio, sobrinho de Bolsonaro (à esq.), e o senador Chico Rodrigues - Reprodução/instagram

Chico Rodrigues e Leo Índio

Compartilhar:

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



error: O conteúdo está protegido !!